Feeds:
Posts
Comentários

Eu, que até os “meus VINTE E POUCOS ANOS” sempre havia morado no RS, comecei a valorizar a culinária local após sair desse maravilhoso estado.

Tudo estava ali, a disposição, e era bom. Mas, como diz o ditado “a gente só dá valor quando perde“, vim morar em SC e senti aquela falta da “comidinha da mamãe“. E, como “saco vazio não para em pé“, lá vou eu atrás de receitinhas de aguçar o paladar!

Sendo Sagu com Creme uma sobremesa típica do RS, fico feliz em compartilhar aqui esta receita.

Pra começar, uma dica crucial: Evite comprar aqueles sagu(s) que vem com sabor!! blarghhhs!

SAGU DE VINHO TINTO

Ingredientes:

1 xícara de sagu
3 xícaras de vinho tinto
Canela e Cravo a gosto

Sagu

Sagu

5 xícaras de água
Açucar à gosto

Modo de preparo

Deixe o sagu de molho em 1 xic de água por 15 minutos.
sagu (2)

Enquanto isso, coloque as 4 xícaras de água para ferver.

Depois escorra a água do sagu e o coloque para ferver por uns 10/15 minutos. Sempre mexendo!

sagu (4)

Em 15 minutos ou assim que algumas bolinhas começarem a ficar transparentes, despeje o conteúdo da panela em um escorredor de macarrão (ou peneira) e os lave para tirar a GOSMA resultante do cozimento.

#ficaadica: se você gosta do caldo MUITO grosso, não precisa escorrer. Se você gosta do meio termo, deixe um pouco de sagu com a gosma ainda na panela. Mais ralo, lave todo o sagu. Isso vai do gosto pessoal.

sagu (5)

Enquanto fica escorrendo, coloque na panela o vinho, o cravo e a canela, e uma xícara de água.

Quando começar a ferver a mistura, coloque o sagu e espere cozinhar mais uns 15 minutos, até todas as bolas ficarem transparentes.

#ficaadica2: acrescentar algumas gotinhas de suco de limão dá aquele sabor!

Em seguida, acrescente o açucar ao seu gosto (usei quase 1 xic) e desligue o fogo .

Coloque em um recipiente e deixe esfriar na geladeira.

sagu (1)

Peguei a receita na Fonte: http://comideria.com/como-fazer-sagu-ao-vinho-tinto/

O CREME
Para acompanhar, me faço valer de uma receitinha básica, fácil e rápida: 1 cx de leite condensado misturado com 1 cx de creme de leite.
Servir bem geladinho!

Boooooooom!

Beijos, Taís

TEXTO D++++++, que recebi do meu sogro. Vale a pena gastar 5 min do seu tempo e cérebro para ler:

Como funciona o Brasil

“Vamos supor que uma empresa gasta 6.000 reais por mês para contratar você. Isso é soma do seu salário de 4.000 mais os 2.000 de encargos que a empresa tem que pagar. Depois dos encargos que empresa paga, vem o desconto de impostos que abatem do seu salário. Entre imposto de renda, INSS, contribuição sindical e outros, mais 1.200 reais do seu dinheiro vai para o governo. Por enquanto, dos 6.000 que a empresa gastou com você menos da metade foi para a sua conta e o resto foi para o governo. Agora você precisa comprar coisas para sustentar sua família, como comida, luz, roupa, gasolina e outros. Você sabia que todas estas coisas tem imposto embutido no preço? Quando você compra uma TV mais de 50% do preço é imposto. Luz elétrica, 70% é imposto. Gasolina, 60% é imposto. Na média, sempre que você comprar alguma coisa, 50% é imposto. Voltando então para o seu caso: você tinha recebido cerca de 2.800 reais na conta, certo? Depois de gastar este dinheiro com as compras, nada menos do que 1.400 reais, ou seja, 50% foi para o governo na forma de impostos embutidos nos produtos. Se não fossem os impostos, você teria comprado o dobro das coisas. Resumindo a história: a empresa gastou 6.000 reais com você, deste total você conseguiu comprar produtos e serviços no valor real de apenas 1.400 reais. Ou seja, você ficou com apenas 23% do valor que produziu com o seu trabalho duro e o governo levou 77% sem fazer nada. É uma montanha imensa de recursos que sai do bolso de quem produz e vai para o governo. E o que acontece com todo este dinheiro? Será a que os cidadãos recebem de volta alguma coisa que valha a pena? Infelizmente, nós sabemos que não. Uma parte enorme do dinheiro é roubada. Quadrilhas inteiras de políticos, funcionários públicos, juízes passando a mão no dinheiro, obras superfaturadas, mensalão, parentes ganhando salários de marajás fazendo a festa com os seu dinheiro. Outra parte do dinheiro é desperdiçada. Um governo com gente demais, com burocracia demais, gastos demais e resultados de menos. A população que produz no Brasil está sendo massacrada por impostos altos e governo ruim. Como resolver o problema? Para consertar o Brasil é preciso consertar o governo brasileiro. Isso exige que os políticos votem leis boas. É possível conseguir isso deles? Uns falam em fazer manifestações de rua, passeatas, pressionar os políticos. Isso tudo é muito bonito, mas na prática não vai funcionar. Político não liga para manifestações nem cartas. Eles sabem que as pessoas esquecem rápido. Políticos só querem saber de uma coisa. Você está pensando na palavra roubar, né? Pode até ser, mas para isso ele precisa de uma coisa que ele não consegue sozinho. Só você pode dar isso para ele. Politico precisa de voto. Mesmo o mais bandido dos bandidões precisa que votem nele para se eleger. Politico sem voto é igual a mato sem água, seca e morre. Mesmo que tenham poucos políticos que valham a pena, se vocês regarem estes eles irão crescer e ficar mais importantes. E virão outros. Demora um pouco, mas não tem outro jeito. A única forma de consertar o Brasil é eu, você, todo o mundo votar nos bons políticos e parar de votar nos ruins. Simples assim. Você não precisa levantar um dedo nem sair da sua rotina atual. O problema disso é como escolher. Como saber ver no monte daqueles caras sorridentes quais são os honestos e quais são os bandidos”.

Este texto brilhante NÃO é meu. Recebi num vídeo da www.políticos.org.br, que não pertence a nenhum partido ou grupo de interesse, e que, com o objetivo de ajudar as pessoas a votar melhor, criou o ranking dos políticos, juntando dados do Brasil todo. O ranking olha se o político falta muito ou comparece ao trabalho, se está envolvido em escândalos de corrupção, se vota leis boas ou só pede mais verbas e gastos. Cada fator tem uma pontuação, ordenando os políticos do melhor para o pior. Se juntarmos milhões de cidadãos, votarmos nos bons e pararmos de votar nos ruins, colocaremos os bandidos da política para fora e ajudaremos o Brasil a melhorar.
É preciso que divulguemos este ranking para que possamos votar melhor.
Entrem no site http://www.politicos.org.br e o recomendem para todos os seus conhecidos.
Estou fazendo a minha parte.
Se todos nós nos engajarmos – e a hora é agora – Deus poderá nos proteger.
Do contrário, acho que nem Ele se arriscaria a prever o futuro do nosso país.

Fonte: http://www.diariodopoder.com.br/artigos/como-funciona-o-brasil/

O mais legal é o vídeo…super bem feito. Está disponível no link (https://www.youtube.com/watch?v=8lXla2IHqYE&feature=player_embedded

BEIJO E CLAP CLAP CLAP.
Taís.

Entre Lá e Cá

Começo esse post com uma palavra um pouco negativa: INFELIZMENTE.

Pois é, então: Infelizmente, tenho estado suuuuuper decepcionada com este país (Brasil, para os leigos)..muita coisa vergonhosa acontecendo! Corrupção…negligência…abuso de poder…mentira…altos impostos…falta de incentivo à indústria, ao empresário, à população. Aliás, tá difícil encontrar um ponto positivo pra mencionar! O país está virado em PÃO E CIRCO. Ligo a TV e só vejo festa: Carnaval, Copa do Mundo. E quando isso passar, quero ver o que vai sobrar.

Pra fugir de toda essa vergonha estatal, vou falar de um país que admiro d+. Que sim, tem defeitos, mas pelo visto mais qualidades que o nosso. O que não entendo é como um país que em média os impostos giram em 6% é infinitamente mais rico que o país do carnaval, que em 2013 arrecadou nada menos que R$ 1,7 trilhão de imposto!!! Com impostos que chegam a 50%!
No site IMPOSTOMETRO (http://www.impostometro.com.br/) podemos ver o quanto de imposto já foi arrecadado em impostos no Brasil. Na data de hoje, 08 março de 2014, já marcava 348 Bilhões. E para onde vai o dinheiro? Saúde? Escola? Estradas? Não o vejo.

Bom. Voltando aos EUA, agora como boa brasileira, vou puxar um pouquinho o saco de uma empresa show de bola que conheci! A DRIM Properties. Falo isso não só para fazer propaganda, mas pq defendo mesmo a ideia de que os imóveis no Brasil estão absurdamente CAROS, com impostos mais CAROS ainda. Então, se você tem dinheiro sobrando, invista nos EUA! Lá vc tem tudo de qualidade: atendimento, estradas, educação, transporte. E, além de qualidade, você consegue bens de consumo a preços extremamente viáveis. Só alerto: quanto mais você vai para lá, mais você fica #indignado com o Brasil!! A #Drim participou de uma feira no Brasil, mas sempre está encantando clientes por aqui.

compre seu imóvel nos EUA

compre seu imóvel nos EUA

#ficaadica #compreseuimovelnosEUA

Termino com uma frase de música do Fernandinho…”Tudo é possível ao que crê“.
Que Deus os abençoe.

Passeando em Miami

Passeando em Miami

Taís.
Hoje, decepcionada. Mas, esperançosa.

Ontem bateu uma vontaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaade de comer um bolinho! Como tinha um pouco de sorvete em casa, a melhor e mais rápida opção, foi fazer um delicioso petit gateau!
A receita peguei diretamente no site da Nestlé, e ficou d+++. Aí vai o passo a passo:

INGREDIENTES
1 tablete chocolate Meio Amargo (+/-170g)
1 lata de Creme de Leite
5 gemas
5 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada
açúcar de confeiteiro , para polvilhar (eu não tinha, então não usei, ficou bom igual, hehe!)

petit

MODO DE PREPARO
Leve ao fogo em banho-maria, o Chocolate picado e o Creme de Leite NESTLÉ®. Derreta e reserve (derreti no microondas, mexendo sempre a cada 20 segundos para não queimar).
Em uma tigela misture muito bem as gemas, os ovos inteiros, o açúcar e a farinha de trigo, até ficar homogêneo. Misture o chocolate reservado e mexa bem até obter uma massa lisa. Unte com manteiga oito forminhas pequenas (10cm de diâmetro – usei uma forme de cupcake grande) e distribua a massa. Leve ao forno médio alto (200°C) (pré-aquecido por 10 minutos) e asse por 15 minutos, aproximadamente. Desenforme morno sobre pratinhos individuais, polvilhe o açúcar de confeiteiro e sirva a seguir, com Sorvete de Creme.

DICAS:
– O forno deve estar bem quente no momento em que for colocar o gateux, para que fiquem cremosos por dentro e firmes por fora.
– Ao tirá-los do forno, o centro ainda deverá estar mole.

Bom apetite!
🙂

Esses dias, “andando” pela internet, li um post sobre as 10 coisas que a autora mais gostava, e ela sugeria que outras blogueiras também fizessem o mesmo. Pena, fechei o blog e não consigo lembrar o endereço. Mas a lembrança ficou e já que a idéia é citar as 10 coisas que mais gosta, e entre elas está a cidade que eu AMO! de paixão, que é Porto Alegre, vou aproveitar para postar algumas fotos do findi MARAVILHOSO, com pessoas lindas e especiais.

10 coisas que mais amo

  1. família: sem ela não vivo!!! Hm, pois bem, até vivo, mas a vida teria muito menos graça! (sim, isso tb inclui a joy :()
  2. Deus: sem ele não existo.
  3. cozinhar: sem isso não me alimento. com certeza me alegra, me distrai, me dá prazer. Bom ocupar o tempo cozinhando – e depois-, comendo.
  4. viajar: sem palavras!
  5. chocolate: Hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm.
  6. dormir: Hmm².
  7. Porto Alegre: Bah! Tri bom. 
  8. livro, música, filme, pipoca: necessariamente nessa ordem, porque pipoca engorda e livro ensina.
  9. café: nas (e pras) horas de sono, e acompanhado de chocolate.
  10. trabalhar: pq ocupa o tempo, enche o bolso e compra o pão de cada dia

Image

 

Meu gurizinho brincando com sua amiga Júlia!

Mais brincadeira!

A jujuba até se animou a brincar com a bola do Grêmio

So cute

Encontrar as amigas não tem preço! Aguardando o Josué…

Lindas do coração

Almoço especial e delicioso

Mais um encontro!

e na volta pra Floripa…aquele por do sol!

🙂
Taís Wegner de Sá

Vir a Orlando e não ir em nenhum parque, não dá! Esta cidade deve ser a maior concentração de atrações por m² e com certeza você irá gostar de alguma: parques aquáticos, parques da Universal, parques da Disney,…

Eu já tive esta impressão em 2006, e agora a confirmei: os parques da Disney não valem a pena (mas ainda assim, merecem um post, rs). Fãs do Mickey e do Sr. Walt Dsney (In memorian) que me perdoem, mas faltou emoção na hora de preparar estes parques. Ok ok, se você é louca por princesas e príncipes e castelos encantados, a Disney é o caminho para você, “where the dreams come true”.
Mas como buscávamos “aventura”, não foi o ideal até agora.
A vantagem é que eles ficam abertos até mais tarde, normalmente até às 21:30h, quem tiver pouco tempo pode tentar fazer 2 parques no mesmo dia.

Na Disney você vai ter essas opções de parque:

Epcot
Extremamente visual, pouquíssima aventura. É um parque cultural. Você vai andando e passeando por várias etnias. Tem um local que você pode provar como são os refrigerantes nos diversos países – sim, para você que não sabia, a coca tem sabor diferente! Nos Eua, na China, na França…cada qual para agradar o paladar da população local. Infelizmente, no Brasil ela é extremamente doce, viva a glicose!!
Como estamos com o bebê e eu e o André já conhecíamos este parque, optamos por não visitá-lo, mas o resto do pessoal deu um pulinho lá:

Spaceship Earth

Epcot Space

Epcot Space

Disney epcot

Disney epcot

Viva el Mexico

Viva el Mexico

Magic Kingdom.
Diria que é um parque para crianças: As Montanhas russa são levinhas, porém você precisa ter no mínimo 1,02m para poder frequentá-las. Como o Dudu “só” tem 73cm, não sei com que idade a criança atinge esta altura, mas acredito que logo.
Neste parque também tem aviãozinho que sobe e desce, xícara giratória, pista de corrida (atenção! os carros devem andar a uns 5km/h, rs) e também há o castelo da Cinderela: óooooohhhh, é o marco clássico do parque, onde acontecem vários espetáculos durante o dia.

Magic Kingdom

Magic Kingdom

Dudu

Dudu


Dudu assistindo o espetáculo

Dudu assistindo o espetáculo

Disney Parade

Disney Parade

xícara!

xícara!

O brinquedo mais emocionante do Magic Kingdom é a Space Mountain, uma montanha russa no escuro que simula o espaço, vale a pena.
O castelo assombrado simplesmente não assombra: o Dudu foi junto e adorou.

Notamos que para chegar no parque demanda mais tempo e é bem complicadinho: após estacionar o carro, é necessário pegar um trenzinho até uma mini estação e pegar mais um trem Monorail. Para ir com bebê foi meio trabalhoso.

Dudu AMOU o Pateta

Dudu AMOU o Pateta

O Dudu simplesmente AMOU os personagens. Acho que ele queria embrulhá-los para trazer para casa. Aparecem vários durante o passeio, e tem que encarar uma pequena fila para conseguir as fotos.

A maratona dos outros parques ficam para um próximo post. Parque e bebê = cansaço!!!

Amigos! Estas impressões são extremamente pessoais. Se você deseja conhecer os parques, procure a opinião de outras pessoas para formar sua conclusão!

Poder voltar em um lugar apaixonante, onde se esteve há 6 anos atrás e viveu uma das melhores experiências da sua vida é demais!
Pois é.
Em 2006 eu fiz um intercâmbio do tipo “work experience”, em Orlando, e simplesmente AMEI. Conheci pessoas maravilhosas, um lugar lindo, um novo jeito de ver o mundo e uma nova cidade com todas suas atrações. E desde então eu só pensava em voltar. Não a trabalho, claro, pois já tinha ralado muito aqui. Mas como turista.
E cá estou eu. NÓS. Veio toda a família, pra alegrar ainda mais a viagem: marido e filho (claro), mãe, irmã e cunhado. E logo também vem a sogra.
Na época, fiquei os meses de dezembro a março em Orlando, e até peguei um friozinho, que deu para usar um ou outro casaco. Porém, acabei de descobrir que no verão o calor aqui é INSUPORTÁVEL. Hoje está um dia bom, e veja como está a temperatura:

Que calor!

Que calor!

Tinha quase esquecido a praticidade dos americanos. Nossa casa (alugada) tem tudo, a gente se resolve aqui. Piscina, ar central, água quente em todas as torneiras (e quase nem faz frio aqui!) e vários eletrodomésticos práticos, como o abridor de latas elétrico, máquina de lavar e secar roupas. Coisas que aqui custam 5 dólares, no Brasil custariam mais de 40 reais. Não consigo entender essa desigualdade!! A origem é a mesma (China, óbvio), porque no Brasil tudo precisa ser no mínimo 2x mais caro?? Dá uma revolta e uma vontade de estar aqui e comprar muitas e muitas coisas, rs.

Nossa cozinha super equipada!

Nossa cozinha super equipada!

Quarto tipo americano e cama King size!

Quarto tipo americano, com closet e cama King size!

Our own pool

Our own pool

Por isso o número de brasileiros aqui é imenso. Andamos nas lojas, nos parques, nos shopping e o “blá blá blá” é sempre em português. Até os americanos estão ficando treinados, e de vez em quando a gente escuta uma tentativa de “bom dia”, daqueles bem enrolados.

O Dudu está adorando. Aqui ele aprendeu a se levantar de pé sozinho! E até já aprendeu a identificar uma batata frita, que SEMPRE quer uma, duas, três…pode??

Dudu - Eu já sei ficar em pé!

Eu já sei ficar em pé!

Beijos e abraços, de toda a família.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.